ENTERTAINMENT

Com um a menos, Athletico-PR segura o Palmeiras e vence por 1 x 0

Com um a menos, Athletico-PR segura o Palmeiras e vence por 1 x 0 #menos #AthleticoPR #segura #Palmeiras #vence #por Welcome to Viasildes, here is the new story we have for you today:

You Can Click Here To View Restricted Videos/Images in this Article

O primeiro duelo da semifinal da Libertadores entre Palmeiras e Athletico-PR, nesta quarta (30/8), foi intenso. Na Arena da Baixada, o Furacão fez um primeiro tempo melhor, abrindo o placar com Alex Santana. Porém, na segunda etapa, levou sufoco, situação que se intensificou após a boba expulsão de Hugo Moura por mão intencional na bola. No entanto, a pressão dos comandados de Abel Ferreira não surtiu efeito, e o time de Felipão (também expulso por reclamação), muito disciplinado defensivamente, conseguiu segurar o atual bicampeão da Libertadores, impondo aos paulistas sua primeira derrota no torneio.

O duelo da volta acontece já na próxima semana, novamente na terça-feira (6/9), no Allianz Parque. O Furacão joga pelo empate, enquanto o Palmeiras precisa ganhar por, pelo menos, um gol de diferença para levar a decisão aos pênaltis. Vitória por dois ou mais gols de diferença classifica o Verdão para a final.

O jogo

Os primeiros 15 minutos do duelo foram marcados por muita velocidade e movimentação de ambas as equipes, que deixaram espaços abertos para serem atacados. Pelo lado do Verdão, à esquerda, Dudu e Piquerez eram as principais ameaças. Já no Furacão, o perigo ficou por conta de Vitor Roque e Hugo Moura.

Aos 22, o Athletico-PR abriu o placar. Pela direita, Khellven cruzou a bola, que foi rebatida pela zaga do Palmeiras. Vitor Roque dominou e tentou chutar, mas a bola sobrou para Alex Santana, que girou e pegou Weverton fora de posição.

Após sofrer o gol, o Palmeiras tentou dominar mais a posse, mas sem criatividade e enfrentando uma defesa bem montada, não conseguiu criar chances de perigo.

2º tempo

Logo no início da etapa complementar, o Palmeiras sofreu um duro golpe: Rafael Veiga sentiu dores no pé direito após colisão com Hugo Moura e não conseguiu continuar em campo. Dessa forma, Bruno Tabata fez sua estreia na Libertadores no lugar do meia.

Sem Veiga, o Palmeiras se lançou ao ataque utilizando os lados do campo, principalmente o direito, setor que Dudu ocupava no momento. O Athletico-PR, com postura defensiva, jogou no erro do Verdão, esperando contra-ataques.

Aos 25, o Athletico-PR, que vinha fazendo um jogo defensivo altamente disciplinado, frustrando as ações palmeirenses, teve um jogador expulso, e de forma infantil: Hugo Moura foi derrubado por Bruno Tabata, mas ainda no chão, meteu a mão na bola de forma proposital e foi punido por conduta antidesportiva, recebendo o segundo amarelo e sendo expulso. Revoltado com a arbitragem, Luiz Felipe Scolari também seguiu os rumos de Hugo Moura, ao ser expulso após intensas reclamações.

Com um a mais em campo, o Palmeiras intensificou seus esforços e passou a ter muito mais presença no último terço do adversário, exigindo mais do goleiro Bento. A blitz final do Verdão, que foi se contentando a cruzar bolas na área, no entanto, não deu resultados, e o Furacão conseguiu segurar a vitória por 1 x 0 na Arena.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu celular? Entre no canal do Metrópoles no Telegram e não deixe de nos seguir também no Instagram!

Click Here To Continue Reading from Source

Daniel Joseph

Daniel with 10+ years of experience in Writing, Content Marketing. I write posts mostly about celebrity and other entertainment related stuffs. I love sharing my knowledge with the community. Here, I bring you the latest happening around the Globe. Your support would mean a lot to me!

Related Articles

Back to top button