ENTERTAINMENT

Conheça 5 curiosidades do importante filme brasileiro

Conheça 5 curiosidades do importante filme brasileiro #Conheça #curiosidades #importante #filme #brasileiro Welcome to Viasildes, here is the new story we have for you today:

You Can Click Here To View Restricted Videos/Images in this Article

‘Cidade de Deus’ se destacou, entre outros aspectos, pela atenção internacional que recebeu

*Isabella Placeres, com supervisão de Vivian Ortiz Publicado em 30/08/2022, às 16h46

O filme brasileiro ‘Cidade de Deus’ (2002) completa 20 anos de estreia nesta terça-feira, 30 de agosto. Um marco no cinema nacional, o longa-metragem ganhou reconhecimento em outros países, sendo indicado em várias premiações estrangeiras.

Baseada no romance homônimo de Paulo Lins, a história se passa em uma favela do Rio de Janeiro, com o mesmo nome do filme, e acompanha Buscapé (Alexandre Rodrigues), um dos moradores da comunidade que evita cair no crime que o rodeia. Ele acaba se destacando por seu talento como fotógrafo e, com isso, passa a observar o cotidiano do lugar onde vive.

Com uma narrativa forte e uma equipe de produção de renome, com Fernando Meirelles (Dois Papas) como diretor e Daniel Rezende (Turma da Mônica: Laços) na montagem, o longa tem várias peculiaridades e conquistas importantes desconhecidas por parte dos brasileiros.

Por isso, no aniversário de 20 anos de estreia de ‘Cidade de Deus’, AnaMaria Digital conta 5 curiosidades deste filme que foi um divisor de águas no audiovisual nacional.

1. Segundo filme estrangeiro mais visto no mundo

Além de ser o filme brasileiro mais visto por pessoas no exterior, ‘Cidade de Deus’ se consagrou no segundo lugar dos filmes de língua não-inglesa mais vistos no mundo.

A informação tem como base um levantamento realizado pela plataforma Preply nesse ano, que mostra que o longa-metragem de 2002 fica atrás apenas do francês ‘Os Intocáveis’ (2011).

2. Indicado a premiações internacionais

O filme foi indicado a várias premiações, tanto no Brasil, quanto no exterior. No Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, por exemplo, ele levou 6 das 14 indicações.

No Oscar, uma das maiores premiações do mundo, foi indicado em quatro categorias: Melhor Diretor, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Edição e Melhor Fotografia.

Apesar de não ter levado nenhuma delas, o longa-metragem já fez história como o filme brasileiro com mais indicações no evento, sendo o único a ser indicado em uma das categorias principais da noite.

Confira outras indicações em festivais nacionais e internacionais:

Prêmio ABC de Cinematografia, Brasil – 3 vitórias: Melhor Fotografia, Melhor Direção de Arte e Melhor SomFestival de Havana, Cuba – 10 vitórias: Melhor Filme, Melhor Ator, Melhor Fotografia e Melhor Montagem; Prêmio da Associação Cubana de Imprensa, Prêmio Glauber Rocha, Prêmio FIPRESCI, Prêmio OCIC, Prêmio da Universidade de Havana, Prêmio Grand CoralFestival de Cartagena, Colômbia – 4 indicações: Melhor Filme, Melhor Diretor e Prêmio Especial da CríticaWriters Guild of America Award, Estados Unidos – 1 vitória: Melhor RoteiroGlobo de Ouro, Estados Unidos – 1 indicação: Melhor Filme EstrangeiroBAFTA Awards, Grã Bretanha – 1 vitória e 1 indicação: Melhor edição e Melhor Filme Estrangeiro, respectivamente

3. Elenco sem atores profissionais

Talvez o fato já seja conhecido por várias pessoas, mas ‘Cidade de Deus’ não contou com um elenco formado em atuação. Na verdade, a maioria dos atores eram jovens de comunidades do Rio de Janeiro escolhidos pela produção do filme para retratar a história.

Isso conferiu mais naturalidade à trama, que foi muito elogiada pela crítica. Os atores, inclusive, puderam improvisar nas filmagens e algumas cenas surgiram de sua própria experiência pessoal.

4. Batalha real

A guerra entre os traficantes Mané Galinha (Seu Jorge) e Zé Pequeno (Leandro Firmino) realmente existiu nas favelas do Rio de Janeiro e, assim como no filme, o primeiro era amado enquanto o segundo era temido na comunidade.

A mãe do Mané Galinha da vida real, inclusive, participa do filme: ela é a primeira a parabenizar o personagem após ele matar alguém pela primeira vez.

5. Cena mais violenta do cinema

Fernando Meirelles quis retratar a violência do tráfico nas favelas em seu longa-metragem e conseguiu: uma das cenas de ‘Cidade de Deus’ foi eleita a mais violenta e difícil de assistir pelo site Pop Crunch, especializado em entretenimento.

Reportagens da época ainda diziam que alguns jurados do Oscar deixaram a sala de exibição durante esta cena pela brutalidade tão realista. No ranking do site mencionado acima, ela ficou acima do filme de terror ‘O Massacre da Serra Elétrica’ e o clássico de guerra ‘O Resgate do Soldado Ryan’.

Click Here To Continue Reading from Source

Daniel Joseph

Daniel with 10+ years of experience in Writing, Content Marketing. I write posts mostly about celebrity and other entertainment related stuffs. I love sharing my knowledge with the community. Here, I bring you the latest happening around the Globe. Your support would mean a lot to me!

Related Articles

Back to top button